28 novembro 2012

Metrópoles em Movimento

Já havia mencionado esse trabalho em postagem de 2008. Agora resolvi incluir os quatro GIFs animados elaborados pelos autores do projeto Metrópoles em movimento (veja mais informações abaixo). Os mapas animados mostram a expansão urbana das cidades de Delhi (India), São Paulo (Brasil), Montreal (Canada), Cairo (Egito).


Delhi (1950-1997)

Cairo (1950-1989)



Montreal (1760-1981)

São Paulo (1952-1983)

Fonte: http://www.cartographie.ird.fr/metropoles.html

DUREAU F.DUPONT V.LELIÈVRE E.LÉVY J.-P.LULLE T. (éd.). Métropoles en mouvement Une comparaison internationale. 2000. Ed. IRD, Économica. (mais)

Sobre outros projetos: http://www.mpl.ird.fr/suds-en-ligne/fr/metropol/ville1.htm

Date de parution : novembre 2000
ISBN : 2-7099-1457-3 
Editions ECONOMICA 49 rue Héricart, 75015 Paris 
http://www.economica.fr 
Librairies et points de vente de l'IRD 
http://www.editions.ird.fr/librairies/

26 novembro 2012

Lista de softwares geoespaciais livres [Org. LAPIS/UFAL]


O Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (LAPIS) é uma unidade de investigação e desenvolvimento integrada no Instituto de Ciências Atmosféricas (ICAT) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Dica do Geodireito.

Abaixo está a lista de softwares livres publicada em 8 de novembro de 2012 e extraída do site do LAPIS hoje. 

SOFTWARES DE DISTRIBUIÇÃO LIVRE

Uma seleção de software para o processamento de dados geoespaciais é apresentada nas Tabela 1.1 e Tabela 1.2. Observe que pode ser necessário algum tempo para se encontrar o melhor software para uma tarefa ou projeto específico.

Terminologia:

Freeware: Freeware (uma combinação das palavras “free” e “software”) é um software que está disponível para uso sem custos nem taxas, mas, geralmente, com um ou mais direitos de uso restritos. Comparado com o FOSS (vide abaixo), o código fonte não é usualmente publicado e, assim, o software não pode ser modificado ou ajustado por terceiros.

FOSS: Software livre e de código aberto (free and open-source software – F/OSS, FOSS), ou FLOSS (free/libre/open-source software) é um software que é: 1) de distribuição livre e de código aberto. É licenciado de forma que os usuários tenham o direito de usar, copiar, estudar, modificar e aperfeiçoar o seu projeto através da disponibilidade do seu código fonte.

Tabela 1.1. Softwares de Sistemas de Informação Geográfica (SIG – em inglês, GIS) de distribuição livre


Terra MA2
Monitoramento, Análise e Alerta
http://www.dpi.inpe.br/terrama2/
TerraMA2 (antigo SISMADEN) é um produto de software, um sistema computacional, baseado em uma Arquitetura Orientada a Serviços (SOA, em inglês), que fornece a infra-estrutura tecnológica necessária para o desenvolvimento de sistemas operacionais para monitoramento de riscos ambientais e de alerta. TerraMA2 fornece serviços para reunir dados atualizados através da internet e adicioná-lo ao banco de dados do sistema de alerta, os serviços de manipular / analisar os novos dados em tempo real e verificar se existe uma situação de risco, comparando com os mapas de risco ou um modelo definido; serviços para executar / editar / criar novo risco e modelos de alertas; serviços para criar e notificar alertas aos usuários do sistema, e outros serviços básicos e avançados.


GRASS
http://grass.fbk.eu/
Software para gestão de dados espaciais, análise, processamento de imagem, produção de mapa, modelo espacial e visualização. O GRASS é usado atualmente no meio acadêmico e comercial ao redor do mundo. O GRASS é um projeto da Fundação Geoespacial de Código Aberto.


gvSIG
http://www.gvsig.org/web/
O gvSig é um aplicativo para desktop projetado para capturar, armazenar, manusear, analisar e implantar qualquer tipo de informação geográfica referenciada, a fim de solucionar problemas de gestão complexa e de planejamento.


ILWIS
Integrated Land & Water Information System
http://www.ilwis.org/
http://52north.org/downloads/ilwis
ILWIS (Sistema de integração de informações de terra e água) é um software para processamento vetorial e matricial (raster). As características do ILWIS incluem digitalização, edição, análise e visualização de dados.


MAPWINDOW
http://mapwindow.org/
O projeto MapWindow incorpora o SIG de distribuição livre (FOSS GIS) a uma extensiva arquitetura de plugin.


Diva-GIS
http://www.diva-gis.org/
Útil para mapeamento e análise de dados de biodiversidade, como distribuição de espécies ou pontos de ocorrência de espécies. Lê e escreve formatos de dados padrão, como arquivos Shape da ESRI. Roda em Windows e em Mac OSX.


DMAP
http://www.dmap.co.uk/
Software de mapeamento projetado especificamente para produzir mapas de distribuição e mapas de referência.


SAGA
System for Automated Geoscientific Analyses
http://www.saga-gis.org/
System for Automated Geoscientific Analyses (SAGA – Sistema para Análises Automatizadas Geocientíficas).


SPRING
Sistema de Processamento de Informações Georeferenciadas
http://www.dpi.inpe.br/spring/
Sistema de Processamento de Informações Georeferenciadas: um SIG é um sistema de processamento de imagem, com modelo de dados orientado a objetos, que proporciona a integração de dados matriciais (raster) e vetoriais. Está disponível em português, inglês e espanhol, via Internet.


QUANTUM GIS
http://www.qgis.org/
O QGIS é um Sistema de Informações Geográficas de código aberto e é uma ferramenta SIG de uso amigável. É licenciado pela Licença Pública Geral (GNU). O QGIS é um projeto da Fundação Geoespacial de Código Aberto (OSGeo). Roda em Linux, Unix, Mac OSX e Windows. Suporta diversos formatos vetoriais, matriciais (raster) e de banco de dados.
Obs.: uma ampla gama de complementos para o software SIG pode ser encontrada em:http://freegeographytools.com/
Tente, também, o website do USGS:http://www.usgs.gov

Tabela 1.2. Softwares para processamento de imagens de distribuição livre


BILKO
http://www.noc.soton.ac.uk/bilko/
Bilko é um sistema completo para o aprendizado e o ensino de habilidades em análise de imagens por sensoriamento remoto. As rotinas integradas podem ser aplicadas à análise de qualquer imagem em um formato apropriado e inclui uma ampla gama de funções padrão de processamento de imagem.


InterImage
http://www.lvc.ele.puc-rio.br/projects/interimage/
Software de código aberto para análise de imagem orientada a objeto para interpretação automática da imagem.


Orfeao Toolbox
http://www.orfeo-toolbox.org/otb/
Orfeo Toolbox: desenvolvido pelo CNES da França, para análise de imagem orientada a objeto (OBIA). Mais fácil de usar no Linux.


OpenDragon
http://www.open-dragon.org/
Proporciona software de alta qualidade, nível comercial e de distribuição livre para processamento de imagem por sensoriamento remoto, destinado a usuários em escolas e universidades.


MultiSpec
https://engineering.purdue.edu/~biehl/MultiSpec/
Desenvolvido na Universidade de Purdue, nos Estados Unidos, para analisar dados de imagem multiespectral e hiperespectral.


PANCROMA
http://www.pancroma.com/
Utilitários para análise multiespectral e para processamento de imagem de satélites.


RAT
Radar Tools
http://radartools.berlios.de/
O RAT é uma poderosa ferramenta de software de código aberto para processamento de dados de sensores remotos do SAR – Synthetic Aperture Radar (Radar de Abertura Sintética).


MAP READY
http://www.asf.alaska.edu/downloads/software_tools
O kit de ferramentas do MapReady para sensoriamento remoto aceita dados de nível 1 detectados pelo SAR, dados do tipo single look do SAR e dados ópticos ASF. Ele pode corrigir o terreno, geocodificar, aplicar decomposições polarimétricas e salvar em formatos genéricos de imagem, incluindo GeoTIFF. Inclui visualizador de imagem, visualizador de metadados e conversor de coordenadas de projeção.


SPRING
Sistema de Processamento de Informações Georeferenciadas
http://www.dpi.inpe.br/spring/
Software SIG de código aberto com análise de imagem orientada a objeto (OBIA) para interpretação automática de imagem.


TNT LITE
http://www.microimages.com/
TNTlite é uma versão livre do TNTmips. Tem todas as características da versão profissional, exceto que o TNTlite limita o tamanho dos objetos do arquivo de projeto. Além disso, os processos para exportar estão desabilitados.
Obs.: o software mantido pelo projeto OSGeo pode ser testado ou usado sem instalação, via Live-DVD:http://live.osgeo.org/en/index.html

07 novembro 2012

Cartaz do V CPEASul

Abaixo reproduzo as ilustrações do Cartaz do V CPEASul - Colóquio de Pesquisadores em Educação Ambiental da Região Sul, que ocorreu entre 25 e 29 de setembro de 2012 na Universidade Federal do Rio Grande – FURG – Rio Grande, RS. 


Cartaz (fonte)

Ilustração Quero-quero (fonte)


Ilustração Rodapé (fonte)

Ilustração Cavalo e Araucária (fonte)


Durante o evento houve uma exposição dos vencedores da 1ª Mostra Internacional de Humor sobre Educação Ambiental. Abaixo reproduzo o desenho ganhador do primeiro lugar, de Benjamin Caffali; o segundo lugar, de Rafael Corrêa (Cidade enlatada) e também o trabalho selecionado de Zbgniew Kolaczek, Butterfly. 

Primeiro Lugar
fonte

Segundo lugar

Imprimir a postagem em PDF

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...